Golpista se passa por ator coreano e faz 7 vítimas no Brasil; mulher perdeu R$ 50 mil

Golpista tem se passado pelo ator Park Bo-gum (Han Myung-Gu/WireImage)
Golpista tem se passado pelo ator Park Bo-gum (Han Myung-Gu/WireImage)
  • Golpista se passa por ator sul-coreano e tem feito vítimas no estado de São Paulo

  • Uma mulher enviou R$ 50 mil para que o suposto artista pudesse vir ao Brasil

  • Outros seis golpes já foram registrados, mas a suspeita é de que haja "centenas"

Um homem está se passando por um ator sul-coreano e fazendo vítimas em golpes em São Paulo. O consulado-geral do país em São Paulo emitiu um alerta, informando que, desde julho, sete pessoas já foram vítimas do criminoso.

Ao g1, o órgão relatou que, além dos casos registrados, estima-se que outras "centenas de vítimas" tenham sido alvos do criminoso, entre golpes bem e malsucedidos.

O Consulado-Geral da Coreia do Sul em São Paulo afirmou, também, que está prestando apoio jurídico e fornecendo orientações às vítimas e tomando medidas de prevenção para que não haja novos alvos.

Segundo os relatos, o criminoso montou um perfil falso em uma rede social no qual se passa pelo ator Park Bo-gum. Após estabelecer contato com fãs, ele tenta extrair dinheiro dessas pessoas.

Vítima perdeu R$ 50 mil

Uma destas vítimas foi uma mulher de Ribeirão Preto-SP, que denunciou o crime no último dia 9. Ela explicou que passou a seguir o perfil falso, acreditando ser o do artista, e passou a trocar mensagens pessoais.

Durante a conversa, o suposto ator afirmou que queria conhecer a fã e viria ao Brasil para isso, mas precisaria pagar uma multa contratual de R$ 50 mil à empresa que o agenciava.

Ele garantiu que, caso a mulher conseguisse a quantia, pagaria o valor completo de volta assim que pisasse em terras brasileiras. Convencida, a fã depositou a quantia milionária ao golpista, que desapareceu.

O consulado explicou que a suspeita é de que o criminoso seja brasileiro, uma vez que as contas bancárias que recebem os valores das pessoas enganadas são do país.