Golpistas usam site falso para atrair moradores do Rio interessados na guia do IPTU 2022

·2 min de leitura

RIO — A Prefeitura do Rio fez um novo alerta sobre um site falso usado por golpistas para atrair interessados na emissão das guias do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2022. O verdadeiro portal, ressalta a Secretaria Municipal de Fazenda e Planejamento, é o Carioca Digital (carioca.rio).

Vale lembrar ainda que a guia única ou a primeira cota para o pagamento do imposto deste ano será enviada via Correios para os endereços dos contribuintes a partir do dia 17 de janeiro. Somente nesta data a cobrança estará disponível na internet para emissão e pagamento.

De acordo com a Fazenda, os criminosos utilizam uma identidade visual semelhante ao portal oficial. O endereço falso utilizado pelos golpistas, alerta a secretaria, é https://acesso.cariocariodigital.org/.

A Prefeitura do Rio informou ainda que medidas já foram adotadas para que esse domínio de internet seja cancelado. Uma denúncia também foi feita à Delegacia de Repressão a Crimes de Informática.

Reajuste anual

O IPTU do Rio neste ano virá com um reajuste de 10,42%. O contribuinte que optar por quitar o valor em cota única (que vencerá no dia 7 de fevereiro) terá um desconto de 7%.

O percentual de 10,42% corresponde à inflação acumulada em 2021 pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo - Especial (IPCA-E), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Não haverá, portanto, aumento real (acima da inflação).

Confira o calendário de pagamento:

Cota única e primeira cota - 7 de fevereiro

Segunda cota - 9 de março

Terceira cota - 7 de abril

Quarta cota - 6 de maio

Quinta cota - 7 de junho

Sexta cota - 7 de julho

Sétima cota - 7 de agosto

Oitava cota - 8 de setembro

Nona cota - 7 de outubro

Décima cota - 8 de novembro

Quem não receber a cobrança em casa

Quem não receber a guia de pagamento poderá emitir a segunda via pelo portal Carioca Digital, informando o número da matrícula do imóvel, a partir do dia 17. O portal também deverá ser usado para a emissão da segunda cota em diante, no caso de quem optar pelo parcelamento do imposto.

Segundo a Secretaria Municipal de Fazenda e Planejamento, serão distribuídas neste ano cerca de 1,2 milhão de cobranças, contra 1,178 milhão em 2021. A estimativa é que a Prefeitura do Rio arrecade R$ 4.445 bilhões com o IPTU e a Taxa de Coleta de Lixo (TCL, cobrada com o imposto). Deste total, R$ 1,892 bilhão devem ser apurados com a quitação da cota única ou da primeira parcela.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos