Google abre fila de esperar para falar com seu chat de inteligência artificial

Google é uma das líderes no setor de inteligência artificial (AP Photo/Alastair Grant, File)
Google é uma das líderes no setor de inteligência artificial (AP Photo/Alastair Grant, File)
  • Recentemente a empresa lançou um gerador de imagens baseado em inteligência artificial;

  • Alphabet, empresa dona do Google, é dona também da DeepMind, que cria programas de IA;

  • AI Test Kitchen é baseado na tecnologia LaMDA 2.

Há algum tempo empresas vêm utilizando chatbots, robôs de resposta automática, seja para atendimento ao público, ou como uma peça publicitária. Só que nenhum destes até hoje tem o potencial tecnológico do AI Test Kitchen, chatbot de inteligência artificial (IA) da Google.

Para conter o entusiasmo que a notícia de seu lançamento gerará, a empresa optou por abrir uma lista de inscrições para acesso antecipado. O Google é uma das líderes do mundo no setor de IA, com sua subsidiária DeepMind tendo lançado já programas como o AlphaZero, que joga xadrez melhor do que qualquer humano.

As inscrições podem ser realizadas em um site dedicado para isso, mas por enquanto só estão abertas para usuários nos Estados Unidos. O Google afirmou que irá avisar quando o aplicativo estiver pronto para ser lançado.

Por ora, o Google estará limitando as conversas com o AI Test Kitchen, que é utiliza a tecnologia LaMDA 2, a três modos: "Imagine", "Fale sobre" e "Liste", destinados a testar um aspecto diferente da funcionalidade do sistema.

"Imagine" permite aos usuários nomearem um lugar real ou imaginário. O LaMDA então descreverá, ou tentará, da melhor maneira possível, de modo a tentar corresponder a sua imaginação.

Já o modo "Fale sobre" tem como objetivo testar se a IA permanece no assunto. Será possível conversar sobre os mais diversos assuntos, de acordo com o Google, dando de exemplo “falar com uma bola de tênis sobre cachorro”.

Por fim, a função "Liste" dá aos usuários a possibilidade de nomear qualquer tarefa ou tópico, e ver se o LaMDA consegue dividi-lo em marcadores úteis. Por exemplo, ao utilizar a função com um comando de “Eu quero plantar uma horta”, a resposta pode incluir desde detalhes sobre “Água e cuidados” até outra pergunta, como “O que você quer plantar?”.