Google assina acordo de direitos autorais com seis jornais franceses

O Globo, com agências internacionais
·1 minuto de leitura

PARIS — O Google, da Alphabet, assinou acordos de direitos autorais com seis jornais e revistas franceses, incluindo Le Monde e Le Figaro, informou a gigante de buscas dos Estados Unidos, em um post publicado nesta quinta-feira em seu blog.

O anúncio segue meses de batalha entre Google, editoras francesas e agências de notícias sobre como aplicar as regras de direitos autorais renovadas da União Europeia, que permitem que as editoras exijam uma taxa de plataformas on-line que exibem trechos de suas notícias.

A maior ferramenta de busca do mundo inicialmente lutou contra a ideia de pagar aos editores pelo conteúdo, dizendo que seus sites se beneficiaram com o maior tráfego gerado pelo Google.

A declaração do Google vem um mês depois de uma decisão judicial ordenar que a empresa americana inicie negociações com editoras na França sobre o pagamento pelo uso de seu conteúdo.

Os acordos com os seis jornais franceses baseiam-se em critérios como a "contribuição da editora para informações políticas e gerais", o volume diário de publicações, o tráfego mensal de internet e a utilização de seu conteúdo na plataforma do Google.

A gigante da tecnologia disse que também está em negociações com outros jornais e revistas francesas nacionais e regionais, e pretende chegar a um acordo padrão com o lobby da imprensa escrita do país até o fim do ano.

Os acordos com jornais franceses envolvem o veículo do Google para remunerar os editores de notícias, batizado de Google News Showcase, que já tem acordos com publicações importantes na vizinha Alemanha.