Google Discovery | Anúncios nativos do feed recebem mudanças; Veja quais são

Felipe Ribeiro

Usado por mais de 800 milhões de pessoas mensalmente, o Google Discovery, blog que traz todas as notícias relacionadas aos produtos da gigante das buscas, ganhou novidades em seus anúncios dentro do feed. Segundo a Google, agora as propagandas nativas que aparecem no feed de notícias serão monetizadas pela primeira vez desde quando esse blog foi inaugurado. Além disso, elas são ativadas por meio de um novo tipo de campanha do Discovery — as "Campanhas de Descoberta" —, que, com base no tema, é segmentada por públicos-alvo, e não por intenção de pesquisa baseada em palavras-chave.

"Um dos principais temas deste ano é a descoberta", anunciou Brad Bender, da Google, que lidera o setor de exibição e publicidade em vídeo, em uma prévia do Google Marketing Live para repórteres na terça-feira (14). Os novos produtos de publicidade são projetados para alcançar e se comunicar com as pessoas "não apenas quando estão procurando algo específico, mas também quando estão abertas para descobrir algo novo", disse Bender.

Os novos anúncios do Discovery se encaixam perfeitamente nesse tema, com formatos visuais que são exibidos no feed inicial do YouTube, no Gmail e, pela primeira vez, no feed do Google Discover.

Campanhas de descoberta

Os anunciantes devem lançar uma campanha de descoberta para exibir anúncios dentro do Discovery. O novo tipo de campanha no Google Ads se encaixa no que começou com as campanhas da Universal App (agora chamadas de campanhas de aplicativos) nas quais os anunciantes enviam seus recursos, criam algumas ideias e a veiculação de propaganda é tratada automaticamente em vários sites da Google

Campanhas de descoberta no YouTube/ Imagem: Search Engine Land

As campanhas de descoberta podem ser exibidas automaticamente no feed do Google Discover, no feed inicial do YouTube e nas guias sociais e de promoções do Gmail. Dependendo das configurações da conta dos usuários, o Google pode usar atividades da Web e de aplicativos, informações do dispositivo, histórico de localização e local de origem para personalizar o conteúdo do feed, que é amplamente ativado por AMP.

Como são as campanhas de descoberta?

No Gmail, elas parecem e funcionam exatamente como os anúncios comuns da plataforma. No YouTube e no Discovery, elas se assemelham com anúncios nativos de feeds com imagens grandes. Os anúncios no YouTube, inclusive, também incluem um banner de call-to-action.

Como é feita a segmentação?

A segmentação é baseada no público do Google: interesse, mercado e afinidade. Os anunciantes também podem usar públicos de intenção personalizados, que são gerados com base em sinais que abrangem as propriedades do Google, incluindo a atividade de pesquisa dos usuários, o comportamento de exibição do YouTube, as visitas a sites da rede do Google e os aplicativos baixados da Play Store.

Como configurar os anúncios?

Você insere uma URL da página de destino, envia pelo menos uma imagem em formato paisagem e e o arquivo de logotipo. As fotos não podem ser desfocadas, recortadas ou conter frases de chamariz ou clicagem.

Inagem: Search Engine Land

Você pode inserir até 5 títulos e até cinco descrições para testes. Uma visualização mostra como o anúncio será exibido quando você inserir componentes. Esses anúncios serão cobrados com base no custo por clique.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: