Google e Facebook adiam retorno ao trabalho presencial para 2021

Maioria dos trabalhadores da Google deve trabalhar de casa até o final deste ano

A maioria dos funcionários do Google e Facebook continuarão trabalhando remotamente até o fim do ano, embora os escritórios de ambos os grupos devam reabrir no verão local, dependendo da evolução da pandemia de Covid-19.

Sundar Pichai, CEO da Alphabet (empresa matriz do Google e que emprega mais de 100 mil pessoas no mundo), disse a seus funcionários nesta quinta-feira, durante a reunião geral semanal, que, provavelmente, eles trabalharão de casa até o fim do ano, informação confirmada pelo Google.

Pichai assinalou que aqueles que precisarem retornar ao escritório poderão fazê-lo em junho ou julho, respeitando medidas de segurança reforçadas, mas que estes serão a exceção.

O Facebook planeja reabrir seus escritórios a partir de 6 de julho, mas os funcionários que desejarem poderão continuar trabalhando de casa até 2021. A rede social empregava 45 mil pessoas no mundo no fim de 2019, sem contar os milhares de prestadores de serviço, e planeja recrutar outras 10 mil para acelerar o desenvolvimento de sua oferta de produtos e serviços, particularmente adaptada às medidas de distanciamento social.