Google lança portal esclarecendo mitos e fatos sobre desinformação no YouTube

Rubens Eishima
·1 minuto de leitura

O Google anunciou o lançamento nesta quinta-feira (22) de uma página especial para combater a desinformação no YouTube. O site “Mitos e fatos sobre desinformação e conteúdos impróprios no YouTube” conta com esclarecimentos sobre algumas das políticas de conteúdo da plataforma.

Segundo a empresa, a página busca trazer transparência às iniciativas do YouTube, com o objetivo de proteger o usuário contra materiais prejudiciais e duvidosos. O portal esclarece motivos usados para remover conteúdos, como contestar a remoção de um vídeo e permite consultar as regras do serviço de vídeo.

Além disso, o YouTube revelou que fez mais de 30 ajustes nos seus algoritmos de sugestões desde o começo do ano passado, com o objetivo de diminuir a propagação de materiais que violem as regras.

Milhões de remoções

O anúncio do YouTube divulga ainda dados que ajudam a entender o tamanho do desafio, caso da quantidade de vídeos removidos da plataforma. Entre abril e junho deste ano, por exemplo, foram 11,4 milhões de conteúdos retirados do ar, sendo que 980 mil deles eram do Brasil. O número coloca o país na terceira colocação do ranking de países com mais vídeos removidos, atrás apenas dos Estados Unidos (2 milhões) e Índia (1,4 milhões).

Sistema automatizado é responsável pela maioria das remoções de conteúdo (Imagem: reprodução/Google)
Sistema automatizado é responsável pela maioria das remoções de conteúdo (Imagem: reprodução/Google)

A página de transparência da plataforma revela que do total de remoções, 10,8 milhões foram feitos pelo sistema de detecção automatizada. Além disso, mais de 75% deles tiveram no máximo 10 visualizações.

Para acessar o portal do YouTube sobre o combate à desinformação basta acessar esta página: http://g.co/youtubefatos.

E aí, você conseguiu esclarecer algumas dúvidas hoje?

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: