Google Meet cria novo recurso para evitar vazamento de acidental de áudio

Nova atualização do Google Meet traz novidades a partir do dia 9 de setembro (Igor Golovniov/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Nova atualização do Google Meet traz novidades a partir do dia 9 de setembro (Igor Golovniov/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
  • Novidade estará disponível a partir do dia 9 de setembro;

  • Desenvolvedores também deram melhor suporte para os periféricos USB;

  • Funcionalidade já existe no Zoom e no Microsoft Teams.

Em uma nova atualização, o Google Meet implementou uma nova ferramenta para impedir aqueles vazamentos de áudio durante as reuniões. Agora, basta segurar a barra de espaço para silenciar o seu microfone, e soltá-la para voltar a falar.

Muitos usuários já viveram a situação de esquecer de silenciar o microfone, ou de por engano achar que apertou o botão para cortar o áudio mas não o fez, e acabar vendo vazar sem querer um som de sua casa, seja de crianças, liquidificador, ou da rua. Ainda há a situação que muitos já passaram de começar a falar para depois de alguns segundos descobrirem que estão com o microfone fechado, tendo que repetir tudo de novo.

O novo recurso acabará com boa parte desses problemas, colocando a opção de falar ou não no ato de segurar a barra de espaço. Ainda que seja uma tecla bastante usada, o ato de segurá-la em si não é tão comum.

A novidade estará disponível para todos usuários do Google Workspace e com contas pessoais do Google no dia 9 de setembro. Primeiro ela será implementada para aqueles que utilizam os navegadores para as reuniões, mas em breve serão também implementadas nos aplicativos.

Os aplicativos concorrentes, Zoom e Microsoft Teams já possuem esse atalho. No primeiro, é inclusive o mesmo botão, enquanto que no Teams, o usuário deve apertar uma combinação do Ctrl e da barra de espaço para fazer a mesma função.

Os desenvolvedores do serviço também adicionaram um melhor suporte para acessórios USB, como fones de ouvido, alto falantes, microfones e outros dispositivos. Agora será possível alternar entre esses periféricos a partir do próprio programa, ao invés de ter que realizar a mudança no gerenciador do Windows.