Gorbachev culpa série de TV dos EUA pelo fim da União Soviética

Rafael Monteiro
·1 minuto de leitura
Mikhail Gorbachev e a série "Dallas": dois lados da Guerra Fria (reprodução)
Mikhail Gorbachev e a série "Dallas": dois lados da Guerra Fria (reprodução)

Uma série de TV pode ter sido responsável pelo fim da União Soviética. A conclusão um tanto surpreendente é de Mikhail Gorbachev, oitavo e último líder supremo do estado socialista que existiu entre 1922 e 1991.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

A revelação foi feita por Dave Stewart, co-fundador da dupla britânica Eurythmics, durante o podcast 'A Cuppa Happy'. Segundo o músico, os dois tiveram uma conversa em que Gorbachev certa vez e o político afirmou que "Dallas" foi predominante para o fim da Guerra Fria.

Leia também

O seriado de TV da CBS contava a história de duas famílias ricas do Texas envolvidas em brigas pelo petróleo. Após 13 anos no ar, entre 2 de abril de 1978 a 3 de maio de 1991, o programa ganhou uma continuação de três temporadas em 2012.

Quando a União Soviética começava a se abrir para o mundo, uma transmissão ilegal do programa começou a fazer sucesso no país, seduzindo os soviéticos para o "american life" vendido pelo programa de televisão.

"Ele estava dizendo que o que derrubou a Rússia foi que eles não tinham permissão para ver nenhum programa de qualquer lugar e eles tinham nas igrejas bloqueadores gigantes de sinais, então eles só recebiam informações do governo", disse Stewart.

"O que Gorbachev quis dizer era que 'Dallas' foi transmitido por alguém que conseguiu fazer um videocassete funcionar e transmiti-lo para parte da Rússia, fazendo eles pensarem: 'Espere aí, é assim que as pessoas vivem na América?'", finalizou.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube