Gorilas testam positivo para Covid-19 em zoológico dos EUA

·2 minuto de leitura

O zoológico de Atlanta, nos Estados Unidos, informou que gorilas que vivem no local testaram positivo para a Covid-19. Em comunicado divulgado na sexta-feira, a instituição não divulgou o total de animais afetados, mas o Atlanta Journal-Constitution apurou que 13 de 20 primatas foram infectados.

A equipe veterinária acredita que os animais tenham adoecido após o contato com um funcionário que também testou positivo para a doença. Totalmente vacinado, ele usava equipamento de proteção e não apresentava nenhum sintoma no dia em que esteve com os gorilas.

A instituição informou que ainda aguarda uma contraprova dos exames após enviar amostras para o Laboratório Nacional de Serviços Veterinários em Ames, Iowa. A direção também está em contato com veterinários de outras organizações que já registraram casos semelhantes, bem como com médicos experientes no tratamento da Covid-19.

O zoológico ressaltou que os casos de animais com Covid-19 mostram que os humanos conseguem transmitir o vírus para os bichos, mas não há dados que sugiram que estes podem transmitir a doença para as pessoas. O diretor de saúde da organização, Sam Rivera, disse que o caso gera preocupação, mas está confiante que os gorilas estarão recuperados em breve.

— As equipes estão monitorando de perto os gorilas afetados e têm esperança de que farão uma recuperação completa. Eles estão recebendo o melhor atendimento possível. Ficamos preocupados com a ocorrência dessas infecções porque nossos protocolos de segurança no trabalho com grandes macacos e outras espécies mais suscetíveis são extremamente rigorosos desde o início da pandemia — disse Rivera em comunicado.

O Zoo Atlanta compartilhou ainda que já estava na lista de espera para receber doses da vacina Zoetis, imunizante contra o coronavírus criado especificamente para animais e usado em algumas espécies em outras organizações zoológicas no país. As vacinas já foram entregues e os gorilas serão imunizados logo após a recuperação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos