Marília Mendonça será velada em ginásio de Goiás

·4 min de leitura
Governador autoriza velório de Marília Mendonça em ginásio de Goiânia (Foto: Reprodução/ Instagram @mariliamendonca)
Governador autoriza velório de Marília Mendonça em ginásio de Goiânia (Foto: Reprodução/ Instagram @mariliamendonca)

Segundo o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, a família de Marília Mendonça confirmou velório no Goiânia Arena, ao lado do Serra Dourada, às 8h do próximo sábado (6). O enterro está previsto às 17h30 no Cemitério Parque Memorial.

Maríla Mendonça morreu na tarde desta sexta-feira após o avião em que ela estava ter caído na zona rural de Piedade de Caratinga (MG), próximo ao acesso da BR 474. 

Leia também:

Caiado decretou luto de três dias no estado. 

"Três dias de luto oficial em Goiás. E o velório de Marília Mendonça está autorizado a ser no Goiânia Arena, ao lado do Estádio Serra Dourada, para que os fãs possam se despedir, se esse for o desejo da família", disse o governador nas redes sociais.

Entenda o acidente

O avião no qual a cantora viajava de Goiânia para Minas Gerais, onde faria um show, caiu em uma cachoeira no município de Piedade de Caratinga. Além dela, outras duas pessoas morreram.

"O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais informa que nesta sexta (5), ocorreu a queda de uma aeronave de pequeno porte, modelo Beech Aircraft, na zona rural de Piedade de Caratinga. O CBMMG confirma que a aeronave transportava a cantora Marília Mendonça e que ela está entre as vítimas fatais", informou a nota. Inicialmente, a assessoria de imprensa da cantora confirmou o acidente e disse que a artista "estava bem".

O avião bimotor que transportava a cantora Marília Mendonça e mais quatro pessoas atingiu um cabo de uma torre de alta tensão antes de cair, em Caratinga, no Vale do Rio Doce, interior de Minas Gerais. A informação partiu da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) em nota divulgada na noite desta sexta.

A queda da aeronave é investigada pelo Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), da Força Aérea Brasileira (FAB). O órgão é responsável por apurar as causas de acidentes envolvendo a aviação civil e militar no Brasil.

Os cinco bombeiros tiveram dificuldade no resgate por conta das pedras escorregadias. É um região de mata e com cachoeiras. Segundo informação da equipe local de socorristas, o tanque de combustível teria vazado e se espalhado, mas levado pela correnteza sem chance de incêndio.

Um sopro!

Cerca de três horas antes, Marília publicou um vídeo nas redes sociais mostrando seu embarque e falando sobre a culinária mineira. A cantora estava viajando pela "Turnê Todos os Cantos", projeto iniciado em 2019. Segundo a Rádio Caratinga, vazou combustível da aeronave.

Carreira

Marília Mendonça não começou na música como cantora. A artista, que compõe desde os 12 anos, destacou-se com as letras de sofrência muito cedo. O potencial vocal também era notado na igreja e nos bares de Goiânia, onde fazia breves apresentações para amigos e familiares.

Foi em 2015 que Marília resolveu se posicionar, de fato, como cantora. Ela gravou seu primeiro DVD e deslanchou com os sucessos "Sentimento Louco" e "Infiel". De lá para cá, a sertaneja não parou mais.

Em 2016, por exemplo, Marília lançou seu segundo DVD, intitulado de "Realidade". A gravação aconteceu no dia 08 de outubro no Sambódromo de Manaus. A cantora, que começou com uma média de 15 shows por mês, passou a fazer 25.

Conhecida como rainha da sofrência, Marília acumula músicas em trilhas sonoras de novelas e feats com outros artistas grandes, como Anitta. Em 2019, ela deu início ao projeto "Todos os Cantos". A gravação do DVD virou série do Globoplay.

Rainha da sofrência

Marilia Mendonça representou e encorajou mulheres cantando músicas sem esconder o lado ruim dos relacionamentos. Em vários canções, a artista falou sobre os "chifres" que levou ao longo da vida e como superou cada uma dessas fases. Feminista, ela também exaltou o amor próprio e a importância de se sentir bem mesmo estando sozinha.

O título "rainha da sofrência" foi questionado quando Marilia assumiu seu relacionamento com Murilo Huff e engravidou de Léo. Na época, a artista surpreendeu ao comentar a repercussão: "A Marília sofredora sempre foi um personagem. Sempre deixei minha vida amorosa no sigilo”, disse.

*Com informações da Redação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos