Governador da Bahia acusa Anvisa de impedir monitoramento de passageiros em aeroporto

JOÃO VALADARES
***ARQUIVO***SALVADOR, BA, 16.01.2019 - Governador da Bahia, Rui Costa (PT). (Foto: Márcio Lima/Folhapress)

RECIFE, PE (FOLHAPRESS) - O governador da Bahia, Rui Costa (PT), acusou a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) de impedir monitoramento da temperatura de passageiros que chegam ao aeroporto de Salvador.

Nas redes sociais, o petista disse que o órgão federal não faz nenhum tipo de acompanhamento no local.

"A equipe do governo da Bahia responsável pelo monitoramento de temperatura de passageiros no aeroporto foi barrada", postou.

Ele comunicou que o governo estadual providenciou equipamento e treinamento necessário para realizar este tipo de ação.

"Não traz nenhum risco à população, pelo contrário, só ajuda e previne", escreveu.

Em seguida, o governador comunicou que a Justiça Federal concedeu decisão que permite que o governo estadual faça o controle da temperatura de passageiros que chegam ao estado em voos oriundos de São Paulo e do Rio de Janeiro.

A Anvisa informou a medição de temperatura de forma indistinta para todos os passageiros não está no protocolo de ação do órgão por não ter base científica ou eficácia comprovada na identificação de pessoas infectadas em trânsito no aeroporto.

O órgão federal acrescentou que segue a orientação da OMS (Organização Mundial da Saúde (OMS). Comunicou também que vai acionar sua procuradoria para avaliar os recursos jurídicos cabíveis para este caso.