Governador da Bahia diz que, mesmo sem ajuda federal, reconstruirá casas perdidas com a enchente

·1 min de leitura

BRASÍLIA — O governador da Bahia, Rui Costa (PT) criticou indiretamente a falta de apoio claro com prazos, do governo federal, para a reconstrução das áreas atingidas pelas enchentes no sul do estado, que já deixaram ao menos 24 mortos. Ele disse que o governo do estado reconstruirá todas as casas e cidades destruídas pelas fortes chuvas, em m uma publicação no Twitter feita nesta quinta-feira.

“Mesmo que não venham recursos federais, o Governo do Estado reconstruirá todas as casas e as cidades que foram destruídas com as chuvas na Bahia. Vamos estabelecendo prioridades e, ao longo de 2022, em parceria com os Municípios, nós vamos garantir uma moradia digna às pessoas”, escreveu.

Nessa quarta-feira, o governador contou pela rede social que se reuniu com prefeitos do sul da Bahia e pediu agilidade no cadastramento das pessoas que perderam imóveis e levantamento dos principais danos provocados pelas chuvas. Costa quer ampliar a parcerias com os municípios atingidos pelas chuvas.

O governador tem ampliado o tom das críticas ao governo. Na quarta-feira, ele afirmou que os R$ 80 milhões liberados pelo governo federal por MP são insuficientes para reconstruir estradas e pontes destruídos com as chuvas. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, prometeu o envio de médicos, vacinas e medicamentos, mas não indicou um prazo para isso. E o presidente Jair Bolsonaro tem sido criticado por manter suas férias em Santa Catarina, com passeios de jet ski e ida a parques de diversão, sem ter interrompido seu segundo recesso de fim de ano para visitar as áreas atingidas pelas chuvas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos