Governador eleito do PT denuncia oito operações ilegais da PRF no Piauí

***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 05.10.2022: O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se encontra com senadores e governadores de diversis partidos, no hotel Jaraguá, na tarde desta quarta-feira. Na foto, Rafael Fonteles, eleito governador do Piauí. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 05.10.2022: O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se encontra com senadores e governadores de diversis partidos, no hotel Jaraguá, na tarde desta quarta-feira. Na foto, Rafael Fonteles, eleito governador do Piauí. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

TERESINA, PI (FOLHAPRESS) - O governador eleito do Piauí, Rafael Fonteles (PT), foi pessoalmente no início da tarde deste domingo (30) denunciar à Justiça Eleitoral ao menos oito pontos de operação ilegal da PRF (Polícia Rodoviária Federal) em rodovias piauienses.

Rafael Fonteles participou de reunião com o corregedor do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), desembargador José James Pereira, na sede do tribunal, com a presença do superintendente da PRF no Piauí, inspetor Paulo Moreno.

O governador eleito oficializou denúncias de intimidação de eleitores e abordagem irregular da PRF nas cidades de São José do Divino, Geminiano, Amarante, Colônia do Gurgueia, Elizeu Martins e em trechos da BR-343 entre Teresina e Luis Correia, no litoral do Piauí.

"Recebemos muitas denúncias e esperamos que sejam todas apuradas de abordagens intimidadoras. Mais de 50% das operações foram no Nordeste e é algo que acende a luz de alerta", disse o governador eleitor.

Após a reunião, Rafael Fonteles disse que o superintendente da PRF apresentou o balanço da operação no estado com 11 apreensões de veículos e abordagem de 102 motos.

"Continuamos preocupados, mas acreditamos que o impacto das operações da PRF é pequeno no estado", disse Rafael Fonteles.

O superintendente da PRF no Piauí não falou com imprensa.

O piauiense enfrentou fila só no início da manhã. Segundo o comandante da Polícia Militar do Piauí, coronel Scheiwann Lopes, a votação transcorreu sem nenhuma ocorrência.

O governo do estado e a prefeitura de Teresina ofertaram a gratuidade nos ônibus urbanos e intermunicipais. A Strans (Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito) informou que na segunda-feira (31) divulgará balanço para saber se os empresários cumpriram a frota de 100% dos ônibus.