Governador eleito de Sergipe diz que vai dialogar com governo federal

Logo Agência Brasil
Logo Agência Brasil

Eleito governador de Sergipe com 51,7% dos votos válidos no segundo turno, Fábio Mitidieri (PSD) citou o estímulo à geração de empregos, a transferência de renda e a melhoria da saúde pública como alguns dos principais desafios que sua equipe enfrentará a partir de janeiro do próximo ano.

“A missão é árdua. [Há] muita gente esperando por um novo tempo na política, que foi com o que nos comprometemos a fazer ao lado dos amigos e dos aliados que nos ajudaram a chegar aqui”, disse Mitidieri logo após a Justiça Eleitoral confirmar sua vitória contra o candidato do PT Rogério Carvalho.

Notícias relacionadas:

Deputado federal por dois mandatos e ex-vereador em Aracaju, o administrador de 45 anos de idade obteve pouco mais de 623,8 mil votos e substituirá Belivaldo Chagas, também do PSD, e que, por estar em seu segundo mandato, não pôde concorrer à reeleição. Rogério Carvalho, do PT, recebeu 582,94 mil votos, ou 48,3% dos votos válidos. No primeiro turno, Carvalho alcançou 44,70% dos votos válidos, terminando em primeiro lugar à frente de Mitidieri

Em sua primeira entrevista como governador eleito, Mitidieri agradeceu a confiança de seus eleitores, e garantiu que governará para toda a população sergipana. Ele disse que dialogará respeitosamente com a equipe de governo do futuro presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

“Vamos ter que dialogar. Como sempre disse, quem quer que ganhasse para presidente da República eu vou bater à porta e trabalhar. Sergipe está acima de ideologias, de qualquer coisa. E meu compromisso com o povo é de trabalhar por Sergipe. Hoje, sou grato a quem votou em mim, mas serei governador de todos. De quem votou em mim e dos que não votaram. A ideologia acabou agora, às 17h [deste domingo, quando se encerrou a eleição]. Agora vem o trabalho”.