Governador de Goiás defende prisão para pessoas que fizerem festa clandestina na pandemia

O Globo

RIO — O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), disse, nesta segunda-feira, dia 29, que pessoas que fizerem festas com aglomerações durante a pandemia da Covid-19 em seu estado devem ser presas. A declaração foi feita por meio de seu perfil no Twitter.

"Não tem cabimento fazer festa clandestina na maior crise sanitária que nosso país já viveu, minha gente. Nossas forças de segurança terão total liberdade para prender os organizadores desses eventos não autorizados que promovem aglomerações", afirmou ele no microblog.