Governador de Pernambuco pede acompanhamento de feridos em protestos

·1 minuto de leitura

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, determinou que a Secretaria de Direitos Humanos do estado faça o acompanhamento da assistência de saúde que está sendo prestada a dois homens que foram feridos pela Polícia Militar, no sábado (29), durante protestos realizados contra o governo federal, em Recife.

Segundo Câmara, o processo de indenização das vítimas também será iniciado pela procuradoria do estado. Jonas Correia de França e Daniel Campelo da Silva foram atingidos nos olhos por tiros de bala de borracha disparados por policiais que faziam uma operação de dispersão do público. Eles estão internados no Hospital da Restauração, na capital.

No sábado, o comandante da operação foi afastado das funções, além dos policiais que jogaram spray de pimenta no rosto da vereadora Liana Cirne (PT), que também participava do ato. A Corregedoria da Secretaria de Defesa Social já iniciou o procedimento de tomada de depoimentos dos envolvidos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos