Governador do Rio oferece festa de aniversário durante pandemia

CATIA SEABRA
·1 minuto de leitura

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Dois dias depois de apelar para que os fluminenses ficassem em casa, o governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), ofereceu, neste domingo (28), uma festa em comemoração aos seus 42 anos, completados nesta segunda-feira (29). A confraternização aconteceu em uma casa em Itaipava, na cidade de Petrópolis, onde estão proibidas aglomerações até domingo (4). Imagens exibidas pelo RJ1, da Rede Globo, mostram convidados sem máscara e fileira de carros diante da casa. A aliados, Castro disse que foi uma confraternização restrita a parentes. Na sexta-feira (26), início da suspensão por dez dias das atividades não essenciais -popularmente chamada de feriadão-, Castro fez um apelo para que a população permanecesse em casa. "Não é hora de fazermos festa. Tem muita gente morrendo, muita gente na fila de um hospital. Esse é um feriado para nós ficarmos em casa", disse o governador em exercício. Diante da sede do governo, Castro, que sofreu pressão do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) contra a adoção de medidas restritivas, também pediu que os fluminenses evitassem aglomerações. "Repito e vou repetir quantas vezes precisar: é hora de ficarmos reclusos, sim", acrescentou.