Governador do Texas envia imigrantes para Nova York, em novo impasse

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O governador do Texas, o republicano Greg Abbott, disse nesta sexta-feira (5) que havia começado a enviar ônibus com imigrantes para Nova York, em uma tentativa de empurrar a responsabilidade pelos imigrantes para os prefeitos democratas e para o presidente norte-americano, Joe Biden, também democrata.

O primeiro ônibus chegou hoje ao terminal de ônibus de Port Authority, no centro de Manhattan, com cerca de 50 imigrantes de Bolívia, Colômbia, Equador, Honduras e Venezuela. Voluntários estavam ajudando a direcionar as pessoas que não tinham parentes na cidade para centros municipais.

“A maioria não tem ninguém para ajudá-la. Eles não sabem para onde ir, então estamos levando-os aos abrigos”, disse a voluntária Evelin Zapata, de um grupo chamado Grannies Respond, em uma estação de ônibus.

Uma família de quatro pessoas da Colômbia, que acabou em um abrigo para sem tetos no centro do Bronx, não tinha certeza de onde passaria a noite. Byron e Leidy, ambos com 28 anos, disseram que deixaram Bogotá porque estavam com dificuldade para encontrar emprego. Eles não deram seus sobrenomes.

Abott, que concorre a um terceiro mandato como governador na eleição de novembro, já enviou mais de 6 mil imigrantes para Washington desde abril, como parte de uma tentativa mais ampla de combater a imigração ilegal e cobrar Biden por suas políticas receptivas aos imigrantes.

Biden chegou ao poder em janeiro de 2021 prometendo reverter muitas das políticas de imigração linha dura do seu antecessor republicano, o ex-presidente Donald Trump, mas algumas de suas medidas foram bloqueadas pelos tribunais.

*É proibida a reprodução deste conteúdo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos