Governadores pedem a Bolsonaro compra emergencial de medicamentos para UTI

CAMILA MATTOSO
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O Fórum Nacional de Governadores encaminhou um ofício ao presidente Jair Bolsonaro em que aponta problemas no abastecimento de medicamentos utilizados em UTIs (Unidades de Tratamento Intensivo). Treze governadores assinaram o documento em que é solicitada a compra emergencial de 11 medicamentos cujos estoques se encontram em pior situação. Os gestores também indicam a necessidade de cancelamento, por 60 dias, em todo o país de cirurgias eletivas, nos setores público e privado, para que os leitos sejam utilizados somente para o tratamento da Covid-19. Outra solicitação é a realização de tratativas diplomáticas com outros países para a compra de medicamentos no exterior. Os governadores argumentam que o crescimento no número de casos nas últimas semanas fez o Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde) informar sobre irregularidades no abastecimento de bloqueadores neuromusculares, anestésicos e sedativos utilizados nas UTIs.