Governo anuncia doação de 10 milhões doses de vacina para Covax Facility

·1 min de leitura

BRASÍLIA — O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou a doação de 10 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 para o consórcio Covax Facility, liderado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). As declarações foram dadas em entrevista à imprensa nesta segunda-feira na sede da pasta.

A pasta não divulgou, no entanto, o rol de países que receberão os imunizantes ou os laboratórios fabricantes.

— A efetivação da doação dependerá da manifestação de interesse e da anuência do recebimento do país.

Segundo o cardiologista, uma medida provisória já foi editada pelo presidente Jair Bolsonaro e deverá ser publicada no Diário Oficial da União (DOU) “para autorizar a doação em caráter humanitário”.

— O Brasil participou dessa iniciativa (Covax Facility) desde o começo, adquirindo doses para cobrir 10% da população — afirmou Queiroga. — Doações não comprometerão nossa bem-sucedida campanha de distribuição de vacinas. (…) O Brasil tem muito orgulho de poder se somar aos esforços globais de combate a vacinação.

A ação é realizada em parceria com o Itamaraty.

— Será o primeiro passo em matéria de cooperação de vacinas com outros países e o mundo — declarou o ministro interino das Relações Exteriores, Paulino Franco de Carvalho.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos