Governo anuncia vencedoras de contrato de publicidade de R$ 208 mi

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em meio às críticas de que tem cometido erros na estratégia de comunicação, o governo do presidente Michel Temer anunciou nesta terça-feira (25) as três novas empresas de publicidade que cuidarão da imagem da Presidência da República.

As agências NBS, Young e DPZ&T venceram um processo licitatório aberto em janeiro e fecharam um contrato anual de R$ 208 milhões, o maior feito pela Secretaria de Comunicação Social na atual gestão peemedebista. Pelas regras da licitação, ele pode ser renovado por até cinco anos.

O anúncio ocorre no momento em que o governo peemedebista tenta reduzir as resistências sociais à reforma previdenciária, sobretudo para aliviar a pressão das bases eleitorais sobre deputados governistas.

Segundo o Palácio do Planalto, em campanha nacional, a gestão peemedebista gastou até agora R$ 29,5 milhões só com produção e veiculação de propagandas favoráveis às mudanças na aposentadoria.

A última colocada no processo de licitação, com a menor nota técnica final, foi a Multi Solution, que teve um certame do qual saiu vencedora suspenso nesta terça-feira (25).

O Banco do Brasil decidiu interromper a licitação e adiar sua homologação após a Folha de S.Paulo ter tido acesso antecipado ao resultado do processo.

O jornal registrou o nome da empresa dias antes de os envelopes informando as vencedoras da concorrência serem abertos.

Estava em disputa o maior contrato de publicidade desde o início do governo Michel Temer.

O edital previa a escolha de três empresas que dividiriam até R$ 500 milhões para gerir a publicidade da estatal. A Multi Solution ficou com a primeira colocação.