Governo Bolsonaro escala general ligado a Braga Netto para ser ponte da Defesa com equipe de Lula

O Ministro da Defesa, general Paulo Sérgio Nogueira, indicou o general Sérgio José Pereira, secretário-geral da pasta, para ser o interlocutor com a equipe do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva. O general é considerado um homem de confiança do ex-ministro Walter Braga Netto, que foi candidato a vice na chapa do presidente Jair Bolsonaro.

Pereira foi secretário-executivo da Casa Civil no período em que Braga Netto era o titular, entre março de 2002 a abril de 2021. Depois, acompanhou o ministro quando ele assumiu a Defesa. Braga Netto deixou o comando da pasta em abril deste ano para disputar as eleições, mas general Sérgio Pereira permaneceu no posto, mesmso quando o então comandante do Exército, Paulo Sérgio Nogueira, foi nomeado ministro da Defesa.

Antes, Pereira já tinha trabalhado com Braga Netto nos Jogos Olímpicos do Rio e também no Gabinete de Intervenção Federal no estado do Rio de Janeiro. Os dois generais se formam juntos na turma de 1978 da Academia Militar das Agulhas Negras

Como mostrou O GLOBO presidente eleito Lula adiou a escolha dos nomes da equipe de transição para a área de Defesa e Inteligênca. O primeiro reúne órgãos como o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Já o segundo é considerado o mais sensível de todos, sem qualquer previsão de quando terá uma equipe para cuidar da área definida. O time do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), trabalha para encontrar nomes que sejam, ao mesmo tempo, alinhados com o seu governo e bem recebidos pelas Forças Armadas.