Governo Bolsonaro tem uma denúncia de assédio sexual por dia

Números sobre governo Bolsonaro aparecem dias após saída de Pedro Guimarães da presidência da Caixa - Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino
Números sobre governo Bolsonaro aparecem dias após saída de Pedro Guimarães da presidência da Caixa - Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino
  • Governo de Jair Bolsonaro tem números alarmantes de denúncias por assédio sexual

  • Neste primeiro semestre, a média foi um pouco superior a um relato por dia

  • Dados aparecem dias após a saída de Pedro Guimarães da presidência da Caixa

As acusações de assédio sexual contra o então presidente da Caixa, Pedro Guimarães, não são um caso isolado no governo de Jair Bolsonaro (PL). Apenas no primeiro semestre desse ano, foram registradas mais de uma denúncia por dia por este crime em instituições ligadas ao governo.

Os números são da Controladoria-Geral da União (CGU) e foram divulgados pelo jornal O Globo nesta sexta-feira (1º). Segundo o órgão, nos 181 dias do primeiro semestre de 2022, foram registrados 214 casos.

As denúncias foram feitas em ouvidorias da administração federal e compiladas por auditores da CGU. As ocorrências são de vítimas que atuam em órgãos que vão desde ministérios até, por exemplo, universidades federais.

Os mais de 200 casos registrados neste semestre representam aumento significativo em relação às 251 ocorrências em todo o ano de 2021. Em 2019, o número foi consideravelmente mais baixo: 155.

Pastas com mais casos

Ainda de acordo com o levantamento, 31 das denúncias feitas no primeiro semestre partiram de funcionárias da pasta da Justiça e Segurança Pública. O Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos vem em segundo lugar, com 23 ocorrências.

De todos os casos relatados entre 2019 e 2022, apenas 12,5% foram arquivados por falta de elementos comprobatórios. O sigilo dos dados, porém, não permite saber a conclusão destas denúncias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos