Governo Bolsonaro troca secretário-executivo do Ministério da Saúde

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 03.01.2022 - O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz. (Foto: Antonio Molina/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 03.01.2022 - O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz. (Foto: Antonio Molina/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, foi exonerado nesta quarta-feira (11). Para o posto, que é o segundo mais importante da pasta, o presidente Jair Bolsonaro (PL) nomeou Daniel Pereira, que era assessor especial do ministro Marcelo Queiroga.

Segundo o Diário Oficial da União, a exoneração ocorreu a pedido de Cruz. Ele é servidor da Economia e avalia assumir um posto em associação da indústria farmacêutica, segundo integrantes do governo.

Daniel é servidor de carreira da ANS e está aprovado para uma vaga de diretor da Anvisa. Deve assumir este cargo no fim de julho.

Antes de ir para a Saúde, Cruz foi secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura. Servidor público desde 2012, ele é engenheiro e assumiu a função na pasta de Queiroga em março de 2021.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos