Governo britânico se desculpa por documentos secretos esquecidos em ponto de ônibus

·1 minuto de leitura
O ministério britânico da Defesa está investigando como documentos secretos foram encontrados em um ponto de ônibus em Kent, sul da Inglaterra

O ministério da Defesa britânico se desculpou nesta segunda-feira (28), depois que foram encontrados em um ponto de ônibus documentos secretos sobre os movimentos de um navio de guerra da Royal Navy no mar Negro.

O secretário de Estado de Defesa, Jeremy Quin, afirmou ao Parlamento que o Executivo "lamenta profundamente" o erro, que atribuiu a um alto funcionário do ministério.

Um dos documentos, encontrado na terça-feira passada após uma parada de ônibus no sudeste da Inglaterra por um cidadão que o entregou à BBC, estava marcado como "secreto".

A BBC informou no domingo que no documento se analisava a possível resposta russa à passagem do "HMS Defender" da Royal Navy por águas ucranianas ao largo da Crimeia.

Na semana passada, a Rússia disse que disparou contra o destróier por violar suas águas territoriais, aumentando ainda mais a tensão entre os laços diplomáticos de Londres e Moscou.

Quin afirmou aos deputados que os documentos extraviados estavam de volta ao ministério e que, à espera de uma investigação, o acesso do responsável foi suspenso para todo o material sensível.

Entre os documentos também havia planos sobre uma possível continuidade da presença militar britânica no Afeganistão após o fim das operações da Otan lideradas pelos Estados Unidos no final deste ano.

Os aliados do Reino Unido, incluindo Washington, foram informados do incidente, afirmou Quin.

jit-acc/eg/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos