Presidente de Burkina Faso cancela estado de exceção

O presidente de Burkina Faso, Blaisé Compaoré

O presidente de Burkina Faso, Blaise Compaoré, anunciou nesta quinta-feira à noite o cancelamento do toque de recolher que havia decretado algumas horas antes, em um discurso transmitido pela televisão depois que conflitos eclodiram em Burkina Faso de madrugada.

"Declaro que vou cancelar o estado de exceção em toda a extensão do território nacional", afirmou.

O presidente Compaoré também anunciou que não renunciará ao cargo, mas disse estar disposto a "conversar" sobre uma "transição" no país.

"Ouvi a mensagem. Entendi [...] os desejos de mudança", frisou Compaoré.

Horas antes, o Exército de Burkina Faso havia anunciado a dissolução do Executivo e do Parlamento, a criação de um governo de transição e a instauração do toque de recolher no país.