Governo cede e comissão especial votará reforma da Previdência apenas em maio, diz Marun

Deputado Carlos Marun, presidente da comissão especial da reforma da Previdência, no Palácio do Planalto em Brasília 11/04/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da comissão especial da Previdência, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), afirmou nesta quarta-feira que a base do governo aceitou acordo proposto pela oposição para que a votação da matéria seja feita apenas em 2 de maio, contra vontade inicial do relator de já realizá-la na semana que vem.

Pelo acordo que proposto, a semana que vem será dedicada a debates, que ocorrerão de terça-feira a quinta-feira.

(Por Marcela Ayres)