Valor 'esquecido' do PIS/PASEP pode chegar a R$ 23,5 bilhões; veja condições

·3 min de leitura
Mais de 22 milhões de pessoas devem ser beneficiadas pelo PIS/PASEP
Mais de 22 milhões de pessoas devem ser beneficiadas pelo PIS/PASEP (Getty Images)
  • Trabalhador poderá solicitar o saque por meio do aplicativo do FGTS, de maneira totalmente digital

  • Pagamento é feito de 08 de fevereiro a 31 de março para trabalhadores da iniciativa privada

  • E de 15 de fevereiro a 24 de março para trabalhadores do setor público

O tão esperado abono salarial, do ano-base 2020, começou a ser pago no início de fevereiro deste ano, e seguirá conforme cronograma pré-estabelecido pela Caixa Econômica Federal até 31 de março, baseado no mês de nascimento do beneficiário.

Enquanto trabalhador pode receber até R$ 1.212, valor total do fundo deve chegar a R$ 23,5 bilhões, já que cerca de 10,6 milhões de pessoas podem sacar a parcela do PIS/Pasep "esquecida" - o benefício atende aos trabalhadores que possuíam carteira assinada no período de 1971 a 04 de outubro de 1988 e não tinham realizado o saque de suas cotas Pasep no Banco do Brasil ou PIS na Caixa Econômica.

Leia também:

Consulta de saldo disponível

Para saber se há saldo em sua conta do FGTS, é simples: basta acessar o aplicativo disponível nas principais lojas virtuais, ou o próprio site do FGTS (www.fgts.gov.br) - além do Internet Banking CAIXA, neste caso para correntistas do banco. Depois, basta ver se há alguma identificação de contas cadastradas como "Pasep - Programa do Servidor Público" ou "PIS - Programa de Integração Social". Independente da idade, caso haja saldo, o trabalhador poderá solicitar o saque por meio do aplicativo do FGTS, de maneira totalmente digital, na opção "Meus Saques", "Outras Situações de Saque" e PIS/PASEP".

Condições do pagamento

O abono não é pago a empregados domésticos, já que é necessário vínculo empregatício com uma empresa - e não com outra pessoa física. Além disso, é necessário estar inscrito no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) há pelo menos cinco anos, e ter trabalhado formalmente pelo menos 30 dias em 2020, com remuneração mensal média de até dois salários.

Cronograma de pagamento

Com isso, para trabalhadores da iniciativa privada que recebem pela Caixa Econômica Federal, o pagamento é feito de 08 de fevereiro a 31 de março, com base na data de nascimento de cada um. Já para trabalhadores do setor público que recebem pelo Banco do Brasil, isso é feito de 15 de fevereiro a 24 de março, levando em consideração o número final da inscrição de cada pessoa. Somente para os beneficiários residentes nos municípios da Bahia, de Minas Gerais e do Rio de Janeiro em situação de emergência, devido às fortes chuvas, o pagamento já foi liberado - no último dia 8 de fevereiro.

Valores do benefício

Os valores pagos variam de acordo com o número de dias trabalhados durante o ano-base 2020, com um teto de R$ 1.212. No total, mais de 22 milhões de pessoas devem ser beneficiadas, com um valor superior a R$ 20 bilhões - os recursos são do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos