Governo descontingencia R$12,824 bi do Orçamento de 2017

O ministro da Fazenda do Brasil, Henrique Meirelles (à esquerda) ao lado do ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira (à direita), durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, em Brasília 07/04/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino

BRASÍLIA (Reuters) - Os Ministérios da Fazenda e do Planejamento anunciaram nesta quinta-feira um descontingenciamento de 12,824 bilhões de reais no Orçamento deste ano, caminho aberto pelo afrouxamento da meta fiscal.

Com isso, o contingenciamento total no ano foi reduzido a 32,1 bilhões de reais para garantir o cumprimento da meta de déficit primário de 159 bilhões de reais para o governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência), alvo que foi aprovado pelo Congresso Nacional no fim de agosto ante meta anterior de 139 bilhões de reais.

Em relatório de receitas e despesas do 4º bimestre divulgado nesta sexta-feira, o governo diminuiu a conta da receita primária total em 7,771 bilhões de reais no ano. Também aumentou o valor esperado para as despesas primárias totais em 2,269 bilhões de reais.

Para tanto, continuou esperando um avanço do Produto Interno Bruto (PIB) de 0,5 por cento em 2017. Para o IPCA, diminuiu a conta a um avanço de 3,5 por cento no ano contra crescimento de 3,7 por cento estimado em relatório anterior, divulgado em julho.

(Por Marcela Ayres)