Governo diz ao STF que Copa América seguirá 'protocolos médicos e sanitários'

BRASÍLIA — A Advocacia-Geral da União (AGU) afirmou, em manifestação apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF), que a realização da Copa América no Brasil seguirá os "protocolos médicos e sanitários cabíveis". O memorial também diz que não haverá o gastos extras com a competição e aponta que os jogos podem ser fonte de "entretenimento seguro".

O STF julga nesta quinta-feira três ações contra a realização a Copa América no Brasil. Três ministros já votaram, em ações diferentes, para permitir a realização do torneio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos