Governo diz que negocia realização da Copa América no Brasil, mas ainda não confirma torneio

·1 minuto de leitura
Seleções sul-americanas devem desembarcar no Brasil em julho. Foto: Douglas Magno/AFP via Getty Images
Seleções sul-americanas devem desembarcar no Brasil em julho. Foto: Douglas Magno/AFP via Getty Images

BRASÍLIA — O governo federal afirmou nesta segunda-feira que a realização da Copa América no Brasil ainda não está confirmada e que sua única participação será oferecer a estrutura para a entrada das equipes no Brasil.

Ramos afirmou ainda que, caso o torneio seja realizado, não haverá presença de público e todos os jogadores e integrantes das delegações de cada delegação serão vacinados.

Leia também:

Na manhã desta sexta-feira, a Conmebol anunciou a realização do torneio no Brasil e agradeceu pessoalmente ao presidente Jair Bolsonaro. No final da tarde desta segunda-feira, entretanto, o ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, afirmou que o governo fez algumas exigências à CBF, mas sublinhou que a realização do evento ainda não é definitiva.

— Não tem nada certo, estamos no meio do processo, mas não vamos nos furtar dessa demanda, caso seja possível, de atender — afirmou.

Ramos, entretanto, rebateu críticas sobre a possiblidade da realização da Copa América no país. O ministro lembrou que competições já estão ocorrendo normalmente no Brasil, como o Campeonato Brasileiro, a Libertadores e os torneios estaduais, que terminaram recentemente.

— O Campeonato Brasileiro envolve 20 times na Série A e 20 times na Série B. Estão ocorrendo jogos em todo o Brasil. Acabou semana passada os campeonatos estaduais. Com relação à realização dos jogos da Copa América não sei por que algumas pessoas se pronunciaram contra o evento — afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos