Governo dos EUA confirma morte de segundo americano na guerra da Ucrânia

Os Estados Unidos confirmaram nesta terça-feira (21) o segundo cidadão americano morto em combate lutando pela Ucrânia. Ainda alertaram sobre os riscos em meio a preocupações de outros dois cidadãos capturados lutando contra a invasão da Rússia.

O Departamento de Estado informou que Stephen Zabielski, de 52 anos, morreu na Ucrânica e estava prestando assistência consular a sua família. Um jornal no norte do estado de Nova York, onde Zabielski vivia, publicou um obituário que anunciava a morte no dia 15 de maio, "enquanto lutava na guerra na cidade de Dorozhnyank, na Ucrânia".

"Reafirmamos mais uma vez que os cidadãos americanos não devem viajar à Ucrânia devido o conflito armado em andamento e aos funcionários de segurança do governo russo que miram em cidadãos americanos na Ucrânia", apontou um porta-voz do Departamento de Estado.

O porta-voz pediu aos cidadãos americanos na Ucrânia que "saiam imediatamente se for seguro, utilizando qualquer opção de transporte terrestre comercial ou privado disponível".

Zabielski é o segundo americano que morre em combate na Ucrânia, desde o começo da invasão russa no final de fevereiro. O primeiro foi um ex-fuzileiro da Marinha, Willy Joseph Cancel, de 22 anos, no final de abril.

sct/sst/llu/dga

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos