Governo edita MP que abre crédito de R$27 bi para ampliação de programas prevista na PEC dos Benefícios

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Reuters) - O governo do presidente Jair Bolsonaro editou uma medida provisória para abrir um crédito extraordinário de 27 bilhões de reais e assim garantir a ampliação de programas sociais prevista com a aprovação da PEC dos Benefícios, informou a Secretaria-Geral da Presidência na noite de sexta-feira.

A emenda ampliou o Auxílio Brasil de 400 para 600 reais, dobrou o valor oferecido pelo Auxílio Gás e também garantiu mais recursos relacionados a programa de aquisição de alimentos da agricultura familiar.

Os parlamentares justificaram a aprovação da emenda, que teve a bênção do governo federal, a menos de 3 meses das eleições, pelo impacto da alta da inflação sobre as camadas de baixa renda, em parte causada pela elevação dos combustíveis relacionada com a guerra na Ucrânia.

Candidato à reeleição e atrás nas pesquisas eleitorais, Bolsonaro fez questão de participar da sessão de promulgação da emenda pelo Congresso Nacional.

(Redação São Paulo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos