Governo espanhol recebe 5 cartas-bomba um dia após explosão na Embaixada ucraniana

Gabinete de Pedro Sánchez, primeiro ministro da Espanha, recebeu cartas-bomba - Foto: REUTERS/Yves Herman
Gabinete de Pedro Sánchez, primeiro ministro da Espanha, recebeu cartas-bomba - Foto: REUTERS/Yves Herman
  • Governo da Espanha receber cinco cartas-bomba nesta quinta-feira (1º);

  • Episódio acontece um dia após uma correspondência do tipo ser enviada à Embaixada da Ucrânia;

  • Ninguém ficou ferido, já que todas as cartas foram identificadas antes de serem abertas.

O governo da Espanha recebeu cinco cartas-bomba nesta quinta-feira (1º), um dia depois de uma correspondência com explosivos ser enviada à Embaixada da Ucrânia, em Madri.

Os envios foram feitos ao gabinete do primeiro-ministro, Pedro Sánchez, à sede do Ministério da Defesa do país e à base aérea de Torrejón de Ardoz, localizada na capital.

Todas as cartas-bomba foram detectadas antes de serem abertas e, segundo o governo espanhol, não há feridos. Na ocorrência de ontem (30), um funcionário local ficou ferido ao abrir a correspondência e precisou ser hospitalizado. Segundo o embaixador da Ucrânia em Madri, Serhii Pohoreltsev, a vítima teve os dedos das mãos queimados pela explosão, mas passa bem.

A polícia nacional espanhola ativou o protocolo antiterrorismo no país inteiro, o que permite que policiais e esquadrões antibombas façam operações especiais de bloqueio de estradas e aeroportos em busca de apreensões. A instrução é reforçar a segurança em todos os prédios públicos e sedes diplomáticas de Madri nesta quinta-feira.

Assim como a União Europeia, a Espanha apoia a Ucrânia na guerra contra a Rússia e tem enviado armamentos ao exército aliado. Além da Embaixada ucraniana e dos edifícios do governo, uma fabricante de armas espanhola sediada em Zaragoza também recebeu uma carta-bomba.

O governo do país europeu afirmou que todas as correspondências identificadas foram enviadas de dentro do país e suas origens estão sendo rastreadas. Ainda não há suspeitos apontados.