Governo exonera diretor de gestão do Inep após conclusão do Enem 2021

·1 min de leitura

BRASÍLIA - O diretor de Gestão e Planejamento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Avelino Pereira, foi exonerado do cargo em mais uma mudança no alto escalão do órgão, que é responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A demissão foi publicada no Diário Oficial da União de quarta-feira, assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira.

A exoneração do diretor ocorre após a conclusão do Enem 2021. Em novembro do ano passado, antes da aplicação da primeira prova, o Inep mergulhou na maior crise de sua história após um pedido coletivo de exoneração de 37 servidores que ocupavam cargos de coordenação. Já havia expectativa de algum tipo de retaliação após a finalização do exame.

Os funcionários denunciaram o presidente da instituição, Danilo Dupas, por assédio moral, censura e má conduta na gestão do instituto. Ele nega as acusações. O caso foi encaminhado a órgãos de controle como o Tribunal de Contas da União (TCU).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos