Governo faz 'mutirão' e pede que ministérios preparem defesa contra 23 possíveis acusações na CPI

O Globo
·4 minuto de leitura

BRASÍLIA — Preparando uma "operação de guerra" para a instalação da CPI da Covid nas próximas semanas, o Palácio do Planalto pediu a vários ministérios um relatório de todas as ações tomadas no combate à pandemia, principalmente em relação a temas em que o governo é mais atacado.

O documento, enviado por e-mail, foi revelado pelo "UOL" e obtido também pelo GLOBO. Na divisão, cada ministério ficou encarregado de responder algumas das acusações feitas ao governo como, por exemplo, a de que o presidente Bolsonaro pressionou os ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich a aprovarem o uso da hidroxicloroquina.

Ao todo, são 23 acusações listadas pelo governo, divididas entre 13 ministérios.

Como o GLOBO revelou, a presidência montou um comitê de crise para se preparar para a CPI instalada no Senado. O plano envolve desde a preparação do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, até tentativa de interlocução com pessoas próximas ao senador Renan Calheiros, indicado como relator da comissão.

Nos últimos dias, o governo procurou uma aproximação com o ex-presidente José Sarney, que conversa semanalmente com Renan. O presidente Bolsonaro também ligou para Renan Filho, governador de Alagoas e primogênito do senador.

A ideia é que o ex-ministro da Saúde, que deve assumir um cargo no Planalto, dedique o seu tempo em Brasília a se debruçar sobre uma série de documentos, dados e informações oficiais que reforcem a narrativa de que o governo não foi omisso na pandemia nem na crise do oxigênio em Manaus.

Pazuello também terá à sua disposição um grupo de trabalho formado por integrantes de diferentes ministérios — que fornecerá subsídios para defender as ações do governo. O pedido feito a quase todos os ministérios entra na construção desse arsenal produzido para a defesa do ex-ministro da Saúde e também a blindangem do presidente Jair Bolsonaro.

A decisão de realizar essa atuação coordenada do governo foi tomada durante uma reunião ministerial realizada no último dia 19 de abril, segundo o e-mail enviado para todas as pastas pela Subchefia de Articulação e Monitoramento.

Confira quais acusações o governo espera ter de enfrentar e qual ministério ficou responsável pela resposta:

1 - O Governo foi negligente com o processo de aquisição e desacreditou a eficácia da CoronaVac (que atualmente se encontra no Plano Nacional de Imunização)

Saúde; Ciência e Tecnologia; Relações Exteriores

2 - O Governo minimizou a gravidade da pandemia (negacionismo)

Saúde

3 - O Governo não incentivou a adoção de medidas restritivas

Saúde

4 - O Governo promoveu tratamento precoce sem evidências científicas comprovadas

Saúde

5 - O Governo retardou e negligenciou o enfretamento à crise no Amazonas

Saúde; Defesa

6 - O Governo não promoveu campanhas de prevenção à Covid

Saúde; Comunicações

7 - O Governo não coordenou o enfrentamento à pandemia em âmbito nacional

Saúde; Ciência e Tecnologia; Defesa; Advocacia-Geral

8 - O Governo entregou a gestão do Ministério da Saúde, durante a crise, a gestores não especializados (militarização do Ministério)

Saúde; Economia

9 - O Governo demorou a pagar o auxílio-emergencial

Ciência e Tecnologia; Economia; Secretaria de Governo; Cidadania

10 - Ineficácia do Pronampe

Economia; Cidadania

11 - O Governo politizou a pandemia

Relações Exteriores; Secretaria de Governo

12 - O Governo falhou na implementação da testagem (deixou vencer os testes)

Saúde; Secretaria de Governo

13 - Falta de insumos diversos (kit intubação)

Saúde; Relações Exteriores

14 - Atraso no repasse de recursos para os Estados destinados à habilitação de leitos de UTI

Saúde; Economia; Secretaria de Governo

15 - Genocídio de Indígenas

Saúde; Defesa; Justiça; Gabinete de Segurança Instituicional; Mulher, Família e Direitos Humanos

16 - O Governo atrasou na instalação do Comitê de Combate à Covid

Saúde; Secretaria de Governo

17 - O Governo não foi transparente e nem elaborou um Plano de Comunicação de enfrentamento à Covid

Saúde; Comunicações; Secretaria de Governo

18 - O Governo não cumpriu as auditorias do TCU durante a pandemia

Saúde; Advocacia-Geral da União; Economia

19 - Brasil se tornou o epicentro da pandemia e "covidário" de novas cepas pela inação do Governo

Saúde; Ciência e Tecnologia; Secretaria de Governo

20 - Gen. Pazuello, Gen. Braga Netto e diversos militares não apresentaram diretrizes estratégicas para o combate à Covid

Saúde; Ciência e Tecnologia; Defesa; Secretaria de Governo

21 - O Presidente Bolsonaro pressionou Mandetta e Teich para obrigá-los a defender o uso da hidroxicloroquina

Saúde

22 - O Governo recusou 70 milhões de doses da vacina da Pfizer

Saúde

23 - O Governo Federal fabricou e disseminou fake news sobre a pandemia por intermédio de seu gabinete do ódio

Saúde; Economia; Gabinete de Segurança Institucional