Governo federal reconhece situação de emergência em Araraquara

Logo Agência Brasil
Logo Agência Brasil

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil reconheceu hoje (6), em portaria publicada no Diário Oficial da União, situação de emergência em Araraquara, no interior de São Paulo, atingida por fortes temporais.

A situação de emergência permite à administração municipal agilidade na adoção de medidas, superando burocracias, por exemplo, na liberação de recursos federais para ações de atendimento à população e serviços necessários para a recuperação de áreas afetadas por desastre natural.

Notícias relacionadas:

Os ministros Jader Filho, das Cidades, e Waldez Góes, da Integração Nacional e Desenvolvimento Regional, estão em Araraquara visitando as regiões mais atingidas pelos recentes temporais.

Acompanhados pelo secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Wolnei Wokff, Jader Filho e Góes deixaram Brasília no início da tarde dessa quinta-feira (5), por decisão, segundo Góes, do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Estado de alerta

Atingida por fortes chuvas na última semana de 2022, Araraquara aguarda a liberação de recursos federais e estaduais para dar início às obras mais complexas de recuperação da infraestrutura danificada pela força das águas.

Apesar de as chuvas mais fortes terem ocorrido na semana passada, Araraquara continua em estado de alerta. Até o fim da tarde de ontem, ao menos nove pontos da cidade estavam total ou parcialmente interditados.

Segundo a Defesa Civil estadual, no último dia 28 choveu, em apenas seis horas, o equivalente a 200 milímetros. Além de muitos estragos, o temporal causou ao menos cinco mortes e o desaparecimento de uma criança de 10 anos. As vítimas pertencem a uma mesma família e estavam em um veículo arrastado pelas águas de um córrego que transbordou.

Ouça na Radioagência Nacional: