Governo filipino conclui acordo de divisão de poder com rebeldes muçulmanos

O governo filipino chegou a um acordo para dividir o poder com os rebeldes muçulmanos da Frente Moro de Libertação Islâmica (MILF), indicou neste domingo um comunicado do governo.

"A assinatura do anexo sobre a divisão do poder assegura a conquista de uma autonomia genuína e viável para os Bangsamoro", declarou - referindo-se aos muçulmanos que vivem no sul do arquipélago das Filipinas - Teresita Deles, que lidera o comitê governamental para a paz, segundo o comunicado do governo.

"Foi uma rodada (de negociações) muito difícil, mas fomos capazes de superar muitos obstáculos", acrescentou.

Manila vinha negociando há vários meses com a MILF, que a partir de 2016 pode dirigir uma região autônoma no sul do país.

Outro grupo rebelde, a Frente Moro de Libertação Nacional (MNLF), criada nos anos 1970, indicou que se considerava marginalizada nas negociações entre o governo e grupos separatistas para criar uma região autônoma - e não independente - no sul das Filipinas, uma zona majoritariamente muçulmana do maior país católico da Ásia.

Carregando...