Governo francês admite aumentar apoios nos combustíveis

Perante a inflação que sobe mês a mês, o ministro francês da Economia e das Finanças admitiu que vai aumentar os apoios nos combustíveis.

No parlamento francês, Bruno Le Maire admitiu que o governo tem vontade de passar o desconto de 18 cêntimos por litro para um apoio de 30 cêntimos por cada litro de combustível.

A taxa de inflação em França atingiu 5,8% em junho, a mais alta desde 1985. Em maio, o país registou uma inflação de 5,3%.

Está tudo mais caro. Comida, gás, eletricidade ou até mesmo comprar carro. É assim em França, mas também no resto do mundo.

Em Portugal, os alimentos sobem semana a semana. Os vendedores de fruta e legumes de um mercado em Lisboa admitem que quase já nem têm margem de lucro. Quem compra, pensa nas quantidades e já não leva o saco cheio para casa.

Também Portugal atingiu valores recorde na inflação. Foram registados 8,7% em junho, o valor mais alto em 30 anos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos