Governo francês quer punições após pancadaria entre jogadores e torcida em Nice x Olympique de Marselha

·1 minuto de leitura

A ministra dos Esportes da França, Roxana Maracineanu, considera que com os incidentes do último domingo no estádido do Nice — que culminou na suspensão do confronto com o Olympique de Marselha após uma invasão do campo — , uma "linha vermelha foi ultrapassada", e exigiu punições.

Em declarações à imprensa nesta segunda-feira, Maracineanu reforçou que o que o ocorrido é "um insulto" para o futebol e para os torcedores. Ela explicou que o Ministério Público de Nice abriu uma investigação para apurar o caso, e espera que a Justiça possa identificar os culpados. A ministra afirmou confiar que “haverá sanções para os designados como responsáveis”.

A liga francesa de futebol também iniciou uma investigação própria, e convocou ambas as equipes para uma reunião da Comissão Disciplinar que na próxima quarta-feira irá analisar os incidentes, classificados como "graves".

Após a invasão da torcida e o envolvimento de jogadores e funcionários dos dois times, a partida foi suspensa enquanto o placar marcava 1 a 0 a favor do Nice. Após 90 minutos de paralisação, a liga decidiu que o jogo deveria ser reiniciado, mas a equipe dp Olympique decidiu não voltar à campo por considerar que a sua segurança não estava garantida.

A princípio, a a liga francesa deve declarar o Marselha o perdedor da partida por ter se recusado a continuar jogando.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos