Governo do Japão ordena fechamento de central nuclear no centro do país

O primeiro-ministro japonês Naoto Kan exigiu nesta sexta-feira que o grupo Chubu Electric Power interrompa o funcionamento da usina nuclear de Hamaoka, situada na falha sísmica do centro do arquipélago.

O primeiro-ministro japonês Naoto Kan exigiu nesta sexta-feira que o grupo Chubu Electric Power interrompa o funcionamento da usina nuclear de Hamaoka, situada na falha sísmica do centro do arquipélago.

"Ordenei que a Chubu Electric Power encerre as operações de todos os seus reatores na central nuclear de Hamaoka", declarou Kan.

"Tomamos esta decisão em função da segurança dos habitantes", acrescentou o primeiro-ministro japonês, que evocou um risco grande de terremotos nesta parte do país.

A decisão de Kan determina o fechamento de dois reatores, os de número 4 e 5, da usina na província de Shizuoka, a 200 km de Tóquio.