Governo libera R$ 200 milhões para rodovias afetadas pela chuva na Bahia

·1 min de leitura
Governo libera R$ 200 milhões para rodovias afetadas pela chuva na Bahia (Foto: Manuella Luanna/ AFP via Getty Images)
Governo libera R$ 200 milhões para rodovias afetadas pela chuva na Bahia (Foto: Manuella Luanna/ AFP via Getty Images)

BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro editou nesta terça-feira uma medida provisória (MP) que abre crédito extraordinário de R$ 200 milhões para o Ministério da Infraestrutura. Os recursos serão utilizados para reconstruir rodovias danificadas por chuvas na Bahia, no Amazonas, em Minas Gerais, no Pará e em São Paulo. 

Na segunda-feira, Bolsonaro havia adiantado que a MP seria editada, mas afirmou que isso só deveria acontecer no ano que vem e indicou que os recursos seriam apenas para a Bahia, atingida por fortes temporais nos últimos dias. 

Entretanto, a MP, publicada nesta terça no Diário Oficial da União (DOU), abre o crédito extraordinário de R$ 80 milhões para a região Nordeste, de R$ 70 milhões para o Norte e R$ 50 milhões para o Sudeste, para serem utilizados na "conservação e recuperação de ativos de infraestrutura da União". 

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, os recursos serão utilizados para "a reconstrução de infraestruturas rodoviárias danificadas pelas chuvas intensas nos Estados do Amazonas, da Bahia, de Minas Gerais, do Pará e de São Paulo"

Entre as rodovias afetadas, a Secretaria-Geral cita que a MP visa "restabelecer o tráfego no segmento interditado da rodovia BR-459/SP, no estado de São Paulo, com a maior brevidade possível". 

Os recursos também serão utilizados nas rodovias BR-155/PA e BR-158/PA, no Pará, e BR-319/AM e BR-174/AM, no Amazonas, "por serem as únicas que fazem ligações com importantes centros logísticos e de escoamento via terrestre, atingindo diretamente milhares de usuários, e assim prejudicando toda a cadeia econômica local".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos