Governo Lula escolhe ex-comandante da PM de SP para chefiar Força Nacional

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 06.01.2023 - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 06.01.2023 - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) escolheu o ex-comandante-geral da Polícia Militar de São Paulo Fernando Alencar Medeiros como novo diretor da Força Nacional de Segurança Pública. A nomeação foi publicada nesta quarta-feira (11) no Diário Oficial da União.

À frente da Força Nacional, seu primeiro desafio será encerrar a crise gerada pelas invasões golpistas aos prédios dos Três Poderes em Brasília. Nesta terça (10), Flávio Dino, ministro da Justiça, autorizou a mobilização de 611 policiais militares de oito estados para a Força Nacional.

Medeiros tem atuado como superintendente do serviço funerário de São Paulo desde maio de 2022.

Em seu período como comandante-geral da PM de SP, entre março de 2020 e abril de 2022, ele foi um dos responsáveis pela implantação do programa de câmeras nos uniformes dos policiais, que fez com que a letalidade e outros índices de violência caíssem significativamente.

Também pesou a favor da escolha de Medeiros o fato de a PM de SP ser considerada a que tem mais controle sobre a tropa, diferentemente do que ocorre em Brasília, onde os policiais têm sido acusados de omissão diante dos atos de extremistas.

Outro fator avaliado como positivo na nomeação de Medeiros é a boa relação de Alexandre de Moraes com a PM de SP. O ministro do Supremo Tribunal Federal, que está à frente da reação aos golpistas no Judiciário, foi secretário de Segurança Pública no estado.