Governo nomeia indicado do PL para secretaria no Ministério da Saúde

Natália Portinari
Valdemar da Costa Neto,condenado a sete anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo STF no caso do "mensalão".

BRASÍLIA - O governo nomeou, na manhã desta sexta-feira, o farmacêutico Arnaldo de Medeiros como o novo secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde. Ele foi indicado pelo PL, partido de Valdemar Costa Neto. O governo Jair Bolsonaro vem negociando cargos com os partidos do centrão no Congresso Nacional.

Arnaldo de Medeiros entra no lugar do ex-secretário Wanderson Oliveira, que deixou o cargo no mês passado. Wanderson era braço-direito de Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro, e permaneceu no órgão durante a transição. Ele foi um dos principais responsáveis por elaborar a estratégia de combate à Covid-19.

A Secretaria de Vigilância em Saúde é responsável pelas ações de vigilância, prevenção e controle de doenças transmissíveis, como o coronavírus. Também cuida da coordenação de programas de AIDS, dengue e malária.