Governo Bolsonaro faz novo corte de R$ 1,4 bilhão no Orçamento

Equipe econômica do governo anunciou novo corte de R$ 1,4 bilhão. (Foto: Roberto Vazquez/Futura Press)

O governo de Jair Bolsonaro anunciou, nesta segunda-feira (22), um novo corte de R$ 1,422 bilhão no Orçamento de 2019. A declaração aconteceu durante um evento de apresentação do relatório bimestral de avaliação de receitas e despesas da federação.

Segundo a equipe econômica de Bolsonaro, o motivo para o novo bloqueio é a diminuição de previsão de receita para o ano. A princípio, apenas um ministério deve ser afetado, mas ainda não foi identificado qual.

Leia também

A previsão inicial do governo era de que o corte do Orçamento seria de R$ 2,251 bilhões. No entanto, foram utilizados R$ 809 milhões da reserva para minimizar o impacto da medida.

A diminuição na receita é consequência da fraca atividade econômica do País. Segundo dados do próprio governo Bolsonaro, a previsão para o PIB (Produto Interno Bruto) de 2019 passou de 1,6% para 0,81%.

Na elaboração do Orçamento de 2019, a previsão estimada era de crescimento de 2,5% do PIB.

CORTES ANTERIORES

Em março, após as seguidas quedas do PIB, o governo federal determinou um corte de R$ 29,583 bilhões no Orçamento. A pasta mais afetada pela tesourada foi a de Educação, com redução de R$ 5,839 bilhões.

Dois meses depois, o governo Bolsonaro anunciou a previsão de um novo corte de R$ 2,2 bilhões, mas a redução foi absorvida em seu valor total pela reserva orçamentária.