Governo oficializa troca da cúpula da PF e chefes regionais da PRF

O governo trocou superintendentes regionais da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal em diferentes estados e no Distrito Federal. As mudanças, que já eram esperadas, foram publicadas em uma edição extra do "Diário Oficial da União".

Ao todo, foram dispensados 26 dos 27 superintendentes regionais da PRF. Apenas o responsável pelo Piauí segue no cargo. Seus substitutos ainda não foram nomeados.

Já na PF, 18 chefes regionais foram substituídos nos estados do Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Santa Catarina, Goiás, Rio de Janeiro, Sergipe, Pernambuco, Maranhão, Mato Grosso, Tocantins, Paraíba, Alagoas, São Paulo, Paraná, Pará, Amazonas e Minas Gerais.

A portaria com as dispensas e com as nomeações dos respectivos substitutos foi assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa.

Assumem as superintendências regionais da PF:

Larissa Freitas Carlos Perdigão: Rio Grande do Norte

Agnaldo Mendonça Alves: Mato Grosso do Sul

Larissa Magalhães Nascimento: Rondônia

Aletea Vega Marona Kunde: Santa Catarina

Marcela Rodrigues de Siqueira Vicente: Goiás

Leandro Almada da Costa: Rio de Janeiro

Aline Marchesini Pinto: Sergipe

Antonio de Padua Vieira Cavalcanti: Pernambuco

Sandro Rogerio Jansen Castro: Maranhão

Ligia Neves Aziz Lucindo: Mato Grosso

Reginaldo Donizeti Gallan Batista: Tocantins

Christiane Correa Machado: Paraíba

Luciana Paiva Barbosa: Alagoas

Rogerio Giampaoli: São Paulo

Rivaldo Venancio: Paraná

Jose Roberto Peres: Pará

Umberto Ramos Rodrigues: Amazonas

Tatiana Alves Torres: Minas Gerais