Governo ordena evitar deslocamentos e concentrações em toda a Itália por coronavírus

O premier da Itália, Giuseppe Conte, participa de entrevista coletiva em Roma

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, pediu nesta segunda-feira (9) a todos os italianos para "evitarem os deslocamentos" no território, proibiu as concentrações e dispôs que centros educacionais permaneçam fechados até 3 de abril para deter a epidemia do novo coronavírus.

Estas novas medidas draconianas, que incluem a suspensão do campeonato de futebol e das quais Conte não informou as modalidades de aplicação, serão detalhadas em um decreto que entrará em vigor na terça-feira em toda a Itália, o segundo país mais afetado depois da China.