Governo planeja retomar auxílio emergencial depois do carnaval

Geralda Doca e Jussara Soares
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA E SÃO PAULO — O presidente Jair Bolsonaro deve anunciar, depois do carnaval, a prorrogação do auxílio emergencial, que deve começar a vigorar em março. A nova rodada seria de três parcelas de R$ 200, mas para metade dos trabalhadores que foram atendidos no ano passado, segundo o plano que está em estudo.

A ideia é que o custo com a extensão do benefício fique fora do teto de gastos, regra fiscal que impede que as despesas públicas cresçam mais que a inflação do ano anterior. Mas a equipe econômica ainda defende que qualquer medida seja compensada por ações de ajuste fiscal.

Saiba mais sobre a estratégia do governo para viabilizar o pagamento de mais uma rodada do auxílio emergencial na reportagem exclusiva para assinantes do GLOBO.