Governo quer taxar todos os produtos da cesta básica e compensar mais pobres com dinheiro

Marcello Corrêa
Na avaliação de técnicos do Ministério da Economia, a reoneração garantiria garantiria uma economia de R$1,2 bilhão por ano

BRASÍLIA — O governo quer acabar totalmente com a desoneração da cesta básica e substituir o benefício por uma devolução direta de dinheiro a famílias mais pobres. Vanessa Rahal Canado, assessora especial do ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a medida fará parte da primeira etapa da reforma tributária que deverá ser enviada ao Congresso Nacional ainda este ano.

Desde 2004, produtos como feijão, arroz, pão, leite e queijos são isentos da cobrança do PIS/Cofins. Nos últimos anos, uma série de decretos ampliou o rol de itens beneficiados pela alíquota zero e, na avaliação de especialistas e técnicos do Ministério da Economia, passou a englobar alimentos consumidos por famílias mais ricas.

Pela proposta que será enviada ao Congresso, nenhum item da cesta básica receberá a isenção. Em vez disso, famílias de baixa renda terão direito a receber dinheiro de volta. Clique aqui para ler a íntegra da reportagem exclusiva para assinantes do Globo.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Extra (21 99644 1263)